#ésextafeira Entrevista com Duda Razzera

GENTEE! Como eu adoro esse momento, sério! Uma das coisas que eu gosto de fazer aqui no blog – até deveria fazer mais – é de entrevistar colegas e amigos que estão fazendo um trabalho legal ou que possuem uma bela história para compartilhar com vocês. <3
Por isso, resolvi convidar a jovem escritora Maria Eduarda Razzera, pessoa iluminada, com quem tive a oportunidade de conhecer, trabalhar e virar fã.
A Duda tem apenas 23 anos e muita história para contar, formada em Economia e Escritora por paixão, já possui dois livros lançados e é super presente nas redes sociais e no seu blog, abordando vários assuntos que envolvem o mundo da literatura.

Veeem conferir a nossa conversa:

Luize: Olá Duda, para começar que tal contar um pouco da sua história e de como você começou a se interessar em escrever livros?
Duda: Desde que aprendia a ler sempre gostei muito de livros. Meu pai me levava às livrarias e deixava eu escolher o que eu quisesse. A paixão foi instantânea. Poder me transportar para outro mundo, conhecer novos lugares e personagens sempre foi fantástico!

Luize: Quais as suas inspirações? Seus autores favoritos?
Duda: Atualmente, minhas inspirações são os autores nacionais. Gosto de saber o que está ocorrendo no mercado em que estou inserida. Meus autores preferidos, no entanto, são alguns internacionais, como Jojo Moyes, Nicholas Sparks e a nacional, Carina Rissi.

Luize: O livro “Cartas para você” foi seu primeiro livro? Como foi escrever ele, e você teve o retorno esperado?
Duda: Foi, sim. A experiência tem sido extremamente gratificante! Por abordar o tema luto, tem ajudado muitas pessoas e o retorno tem sido melhor do que o esperado! Sempre quis poder auxiliar os outros através das palavras.
Luize: Participar da Bienal do livro, foi mais um sonho realizado? Em quais cidades você participou?
Duda: Com certeza! Participei da Bienal de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais e foi maravilhoso! A energia é contagiante, os leitores são fantásticos e é ótimo poder reencontrar os colegas de trabalho e sempre aprender mais.

 

Luize: O seu segundo livro “Além da superfície” foi lançado somente em ebook ou pensa em lançar  o livro físico também?
Duda: Ainda está sendo escrito na plataforma do Wattpad. E, sim, penso em lançar primeiramente como ebook, na Amazon e posteriormente como livro físico também. 

Luize: Falando nisso, “Além da superfície” aborda sobre um assunto, que mesmo em 2015, percebo ainda que as pessoas ficam com dúvidas ou não sabem como agir com a síndrome do pânico, você tem essa mesma visão? Foi um dos motivos por ter escrito sobre esse tema?
Duda: Como eu disse antes, sempre quis ajudar os outros através das palavras e por ser um tema que eu conheço bem, resolvi abordá-lo de uma forma mais leve, mas ao mesmo tempo que possa ajudar os outros. E, sim, acho que ainda tem muitas dúvidas sobre o tema e muitas pessoas não sabem como agir. Espero que o livro possa esclarecer isso e ao mesmo tempo ser um passatempo!


Luize: Em ambos os livros você abordou temas que podem ajudar outras pessoas, você tem interesse de continuar nessa linha ou pensa em escrever algum outro tipo de história?
Duda: Sim, tenho muito interesse nessa linha. Meu terceiro livro é um pouco mais leve, mas ainda trata do tema de superação. Então, acho que é uma linha que me atrai. 

Luize: E recentemente você lançou o livro “O príncipe das areias“, como foi a experiência de lançar um livro infantil?
Duda: Foi muito divertida! Por ter sido um livro que escrevi aos nove anos, sempre quis vê-lo tomar forma e vida. Adorei! E o público é realmente fantástico.

Luize: Atualmente, quais as dificuldades que os escritores brasileiros enfrentam?
Duda: A dificuldade de divulgação e de eventos, principalmente em Florianópolis. O autor precisa aprender a se colocar como ator central na estratégia de marketing e vendas, por isso lancei há pouco o blog Marketing Literário, para tratar sobre esse tema. 

Luize: Além disso, na sua opinião o povo brasileiro possui o hábito da leitura?
Duda: Já está muito melhor do que antes, mas ainda temos muito caminho a percorrer para alcançar países como a França, por exemplo, em que cada cidadão lê, em média, cinco livros por mês. Aqui essa média é anual. 

Luize: Tem alguma dica para quem quer começar a escrever?
Duda: Leia muito! E em seguida, escreva sobre o que você conheça. Deixa a inspiração fluir e procure aprender sobre técnicas.

Luize: E para finalizar, você também tem um blog. Você acredita que a internet tem ajudado aos escritores na divulgação de seus trabalhos?
Duda: Com certeza! Como digo em meu blog de Marketing Literário, as estratégias digitais são o melhor caminho para a divulgação do trabalho.

Para quem tiver interesse em comprar os livros, de acompanhar e conhecer mais o trabalho da Duda é só seguir ela nas redes sociais:


Quero agradecer imensamente a Duda pelo carinho e pelo tempo dedicado para responder as perguntas, sou sua fã e desejo muito sucesso, que com toda certeza você merece!


Grande beeeijo e espero que vocês tenham gostado. Até a próxima… 

Posts Relacionados

Um comentário Adicione o seu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *